• Álcool x gasolina: qual combustível escolher em carros com motor flex?
  • Autor:Bárbara Stephanie Monteiro
  • 2019-09-23
  • Fonte:

Carros que possuem motor flex, ou seja, que aceitam gasolina e álcool, são cercados de mitos, principalmente quando o assunto é o preço na hora de abastecer.

Mas, afinal, qual deles é mais vantajoso? Qual opção desgasta menos os sistemas do automóvel? O veículo pode ser alimentado apenas por uma das opções? Qual dos dois combustíveis mantém o carro rodando por um período maior?

Para responder essas perguntas, fomos atrás de um especialista: Luís Filipe Nunes, proprietário do Auto Posto Shopping Vale. Segundo ele, o etanol costuma render 70% a mais que a gasolina e, dependendo do automóvel, pode chegar até 80%.

“É mais vantajoso colocar etanol se o preço dele estiver até 70% do valor da gasolina", afirmou. "Alternar entre os dois combustíveis é uma opção do motorista, na verdade. Por exemplo, no meu caso, como o meu carro rende mais com o etanol, eu uso dois tanques de álcool e um de gasolina aditivada para lubrificar o sistema, pois o etanol roda 'muito seco', como costumamos dizer”. 

Ainda segundo Nunes, a gasolina aditivada mantém todo o sistema de injeção (reservatório, duto, motor, escape) a gasolina limpo. "A gasolina comum acumula sujeiras, uma vez que ela tem enxofre e benzeno. A aditivada, em compensação tem os aditivos necessários para manter tudo limpo e lubrificado", disse. "Nos Estados Unidos, por exemplo, a gasolina 'comum' não existe. Todas são aditivadas por lei”, contou.


Na ponta do lápis.

Para não errar mais: quando chegar ao posto, multiplique o preço do litro da gasolina por 0,7. Compare então o resultado com o valor do etanol.

Por exemplo: se o litro da gasolina for R$ 2,10, multiplicando esse valor por 0,7 temos 1,47. Se o litro do álcool estiver menor do que R$ 1,47, opte por ele. Do contrário, escolha a gasolina.