• Alugar um carro em vez de comprá-lo pode ser um bom negócio?
  • Autor:Bárbara Stephanie Monteiro
  • 2019-08-26
  • Fonte:

Há quem não abra mão das facilidades que um carro proporciona no dia a dia. O custo para adquirir e manter um veículo próprio, no entanto, é alto e pode se tornar um problema. Dessa forma, muitas pessoas têm buscado opções, entre elas, o aluguel de veículos.

Impensável até um ano atrás devido ao custo, esse tipo de serviço começou a ganhar adeptos no país pela praticidade e comodidade. Para Pedro Campos, gerente da locadora de veículos Automac Rent a Car, de São José dos Campos, a aquisição de um veículo deixou de ser um investimento, principalmente se calculados os juros de financiamento e a sua desvalorização.

“Ter um carro próprio é uma maravilha, mas o problema é que, com ele, o usuário tem gastos que pesam bastante no bolso, como IPVA, emplacamento e taxa de licenciamento”, ponderou.

Valores.

Ao alugar um carro, é possível escolher a categoria dele. Assim, você pode escolher o tipo mais adequado a sua necessidade. “É também uma vantagem para quem gosta de experimentar modelos diferentes”, disse Campos.

Um Jeep Renegade Flex Automático, por exemplo, sai a R$ 228 a diária, já com seguro e assistência 24h. Aliás, segundo o especialista, a segurança é outro ponto a ser levado em conta. “Os carros possuem seguro contra imprevistos, além de assistência 24 horas e carro reserva”, revelou.

Saiba mais:

Confira três motivos para alugar em vez de comprar:    

1 - Economia 

No aluguel de carros, o IPVA, emplacamento e taxa de licenciamento são de responsabilidade da locadora. Ou seja: é só dar “tchau” para os impostos anuais.

2 - Mais opções e praticidade

É possível escolher o veículo de acordo com a sua necessidade. As opção vão desde carros compactos e simples até os mais robustos e luxuosos. A troca por um modelo diferente ocorre a cada renovação de contrato. 

3 - Segurança

De forma geral, os carros de aluguel são equipados com seguros para a maioria dos imprevistos (acidentes - como colisões e incêndio - e roubos). Ou seja, qualquer imprevisto, é a seguradora junto da locadora que vai arcar com os custos e ser responsável pela manutenção do veículo.