• Estrategista dá dicas de como se recolocar no mercado de trabalho
  • Autor:Thais Perez
  • 2020-11-23
  • Fonte:

Com a pandemia, muitas pessoas perderam seus empregos e estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho. Com a crise que estamos passando, encontrar uma vaga fica ainda mais difícil pela falta de oferta. Contudo, as dificuldades não ficam somente na falta de oportunidade, mas também em erros básicos cometidos por quem está procurando emprego.

Karla Clarinda, estrategista em recolocação profissional da empresa Recolokey, afirma que nesse período é importante que o candidato mantenha o foco, exercite a perseverança, se atualize e reforce o networking. "E, claro, busque as vagas intensamente, seja nos sites de empregos, no LinkedIn ou nos portais das empresas", afirma ela.

De acordo com a estrategista, por motivos óbvios, o setor da saúde aumentou a oferta de vagas. As áreas relacionadas à internet e prestação de serviços também estão aquecidas, bem como a construção civil. "Sem falar no ramo da embalagem, alimentícia e químico", completa ela.


Confira as dicas:


1. Networking

"Uma dificuldade das pessoas que perderam emprego é a falta de plano B. Por mais que o emprego pareça estável, é prudente considerar a possibilidade de demissão. Por isso, se faz necessário investir em bons relacionamentos com profissionais de outras empresas no seu setor e ampliar a rede de contatos - o tão falado networking - para que, em caso de emergência, o profissional possa contar com o apoio de pessoas que atuem na sua área para a recolocação.


2. Atualização

Cada vez mais, os sistemas, as práticas e as ferramentas estão evoluindo, em todas as áreas de atuação profissional. Sendo assim, mesmo empregado, o profissional deve fazer cursos, se atualizar e estar por dentro das novidades do seu campo de atuação. Se a pessoa estiver desempregada, deve considerar a possibilidade de, ao mesmo tempo que busca um novo emprego, fazer cursos rápidos que agreguem valor ao currículo.

3. Adaptação

O mercado de trabalho está concorrido e, às vezes, a mudança de ares pode apontar para uma direção até então desconhecida, mas promissora. Dar um passo para trás no cargo ou função também pode ser necessário para que o profissional possa dar dois passos à frente logo adiante.

4. Currículo

O bom currículo possui somente as informações pertinentes sobre o candidato. O objetivo deve constar de maneira clara, as atividades e realizações anteriores devem ser destacadas e as qualificações ressaltadas. Ou seja, o recrutador deve enxergar facilmente as informações mais importantes sobre aquele candidato.

5. Qualidades

Atualmente, as empresas procuram candidatos que realizem mais de uma tarefa, os chamados multitarefas. Resiliência, comprometimento e capacidade de adaptação a situações inesperadas também são características cada vez mais valorizadas.

6. Coaching

Empresas como a Recolokey oferecem serviços de recolocação no mercado de trabalho, como coaching de carreira, preparação para entrevistas, construção do marketing pessoal, banco de talentos segmentado, palestras, entre outros.

Serviço

https://www.facebook.com/Recolokey/

https://www.instagram.com/recolokey.cc/

Clube+ OVALE

Assinantes do clube têm 10% de desconto nos serviços de assessoria em recolocação - Atualização de currículo e Linkedin.