• Oficina gratuita resgata cultura afro-brasileira no Museu de Arte Sacra
  • Autor:OVALEBrandStudio
  • 2019-11-22
  • Fonte:

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, o Museu de Arte Sacra de São José dos Campos traz neste sábado (23), das 9h às 12h, faz um resgate da cultura, resistência e história dos povos que vieram da África nos navios negreiros. Trata-se da oficina das bonecas Abayomis, que é aberta e livre a todos os públicos, sem necessidade de inscrição prévia.

A palavra Abayomi é originada do Ioruba, um idioma da família linguística nígero-congolesa que significa “aquele que traz felicidade e alegria”. Quer dizer também “encontro precioso”, de Abay = encontro e omi = precioso. Acredita-se que origem da boneca se deu na época da escravidão, quando os navios negreiros atravessaram o oceano Atlântico numa viagem que durava meses, sempre muito difícil e em condições extremamente precárias.

Todos estavam assustados e as crianças choravam. As mulheres então faziam bonecas com pedaços de suas saias, único pano disponível. Elas eram feitas de 5 nós e, enquanto dava-se cada nó, desejava-se boas coisas para as crianças.

A boneca era feita do tamanho que coubesse na palma da mão, assim não seria pega pelos capatazes. Contam os historiadores que muitos irmãos se reencontraram devido ao tecido das bonecas que eram iguais.

Quando se presenteia alguém com uma Abayomi, significa que você está oferecendo o que tem de melhor para essa pessoa.

Serviço.

O Museu de Arte Sacra fica na travessa Chico Luiz, 57, Centro. Telefone: (12) 3921-7226. Entrada e participação gratuita.