• Outubro Rosa: conheça os mitos e as verdades sobre o câncer de mama
  • Autor:Bárbara Stephanie Monteiro
  • 2020-10-14
  • Fonte:

De acordo com levantamento realizado pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer), o Brasil somará aproximadamente 66,2 mil novos casos de câncer de mama em 2020, que podem evoluir de diferentes formas. O tumor é o mais incidente entre as mulheres depois do câncer de pele-não melanoma. 

Desmistificar a doença é fundamental para combatê-la: cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos simples como praticar atividades físicas, alimentação saudável, manter o peso adequado, evitar bebidas alcoólicas, amamentar. Para esclarecer mais sobre o assunto, o Clube+ OVALE elaborou um guia de mitos e verdades. Confira!

Câncer de mama pode ser causado por um trauma (batida) nos seios?

Mito: o trauma de forma geral não aumenta o risco da incidência de câncer. A pancada no seio pode causar um hematoma ou até um processo inflamatório, mas não aumenta o risco de tumor.

Blusas apertadas e sutiãs causam câncer de mama?

Mito: Não existe evidência científica de que blusas apertadas ou uso de sutiãs causam câncer de mama.

Amamentação é um fator que diminui o risco de câncer de mama?

Verdade: estudos comprovam que a amamentação é um dos fatores preventivos do câncer de mama. 

Toda mulher que tem ou teve câncer não pode engravidar?

Depende: o tumor não é um impeditivo absoluto para engravidar, mas é importante conversar com seu médico e avaliar o momento ideal para a gravidez. 

Serviço. 

Como forma de apoiar a campanha “Outubro Rosa”, membros do Clube+ OVALE têm desconto de 30% nos serviços de exame, no Laboratório Sabin e; 15% de desconto em exames clínicos, no Labi Exames.

E lembrem-se: ir à consulta médica e fazer a mamografia é vital. Quanto mais cedo for realizado o diagnóstico, maior é a chance de cura!


Fonte*: Fundação Laço Rosa